Cães curiosidades

17

janeiro

0 Comentário

Hoje vou abordar algumas coisas sobre os cães que acho que a maioria desconhece, vamos lá!!!!

  • Golden Friend Forever
  • Nenhum Comentário
  • Cuidados

Curiosidades sobre os Cães!

Que eles são os melhores amigos do homem, não é nenhuma novidade.

Mas os cachorros também possuem o seu mundo de segredos a parte.

Além de protagonistas de filmes, motivo de estudos, extremamente companheiros, úteis aos homens em vários aspectos.

Nossos amados cães tem segredos que alguns dos mais apaixonados pelos bichos nem desconfiam.

Na realidade, você pode achar que conhece bem o seu cãozinho, mas vamos ver se isso procede…

Nós podemos ser diferentes dos cachorros de várias maneiras, mas na doença,somos muito parecidos…

Os cachorros pegam versões caninas de distúrbios humanos raros, como doenças no cérebro que levam à incapacidade de caminhar ou controlar seus músculos. Infelizmente todo ano, cerca de 8 milhões de cães são diagnosticados com essa triste doença chamada de câncer.

Eles também ficam bastante parecidos com seus donos não só nas manias como até na forma de conduzir o dia a dia.

Você sabia que os cães estão sendo cada vez mais utilizados como animais de serviço para pessoas com diabetes?!?

Cães especificamente treinados podem detectar o odor destas mudanças (doce para açúcar elevado no sangue, ácido para açúcar baixo) e alertar os seus proprietários antes mesmo deles sentirem os sintomas.

E não paramos por ai!!! Não só quem tem diabetes que pode se beneficiar de um cãozinho. Se você tem câncer ou epilepsia, seu cão pode ser o primeiro a saber.

Temos alguns estudos que os cães podem ser treinados para farejar câncer de pulmão, mama, pele, bexiga e próstata.

Pesquisadores suspeitam que eles sentem cheiros extremamente fracos liberados por células anormais.

Também outros estudos apontam que um cão pode prever um ataque epiléptico 45 minutos antes do seu início.

O fato é que ninguém sabe o que os cães conseguem captar, mas tudo indica que vão de um cheiro desconhecido a reais mudanças de comportamento.

Pesquisas afirmam, que os cães podem ser tão inteligentes quanto crianças de dois anos. As cinco raças mais inteligentes são o border collie (segundo estudos essa raça pode aprender até 200 palavras), os poodles, os pastores alemães, o golden retriever e os dobermans respectivamete também são raças inteligentes e capazes de surpreender com um belo dicionário.

A raça mais popular da América, o labrador, alcança o número sete da categoria. As raças mais antigas, como cães de caça, buldogues e beagles, estão entre os alunos mais “lentos” do mundo canino. As raças mais recentes, são projetadas para serem companheiras e sociáveis, as raças de cães mais velhas foram criadas para farejar e caçar, o que pode ter lhes dado mais músculos do que cérebro.

Os cães podem carregar, serem hospedeiros de doenças que prejudicam os seres humanos.

A raiva, uma doença neurológica fatal, é a mais famosa, porém hoje existem vacinas, exigidas por lei na maioria dos estados, que podem interromper sua disseminação.

Alguns alimentos para cães podem causar intoxicação alimentar em humanos, devido à contaminação pela bactéria Salmonella.

Existe também um estudo que descobriu que o homem pode contrair o parasita nematóide Toxocara canis apenas por afagar a pele de cães infectados.

A lombriga, que cresce nos intestinos de cães, pode crescer na parte de trás do olho em seres humanos, causando cegueira.

Elas podem também escolher o fígado e os pulmões dos humanos para lá residirem.

Tais infecções em humanos são raras, porém é muito fácil de evitar, mantendo seu melhor amigo devidamente vermifugado, vacinado. A higiene é outro ponto extremamente importante para se evitar as doenças.

Nossos amiguinhos sentem também aquela pontinha de inveja que chamamos de inveja branca.

Cães sabem quando não estão recebendo um tratamento justo. Um estudo de 2008 concluiu que quando os cachorros viam outros cães recebendo recompensa por algo realizado, os cães que não ganhavam nada tornaram-se agitados, agressivos e evitando o olhar dos cães que foram recompensados, como forma de protesto.

A versão de ciúme dos cães não é tão sofisticada: eles não se importam se os outros cães ganham salsicha e eles ganham apenas pão, o que de fato importa é ganhar algo, ser recompensado, sem disputar o valor. Diferente dos humanos.

Os olhinhos tristes que os cachorros carregam quando são pegos fazendo algo errado não são um sinal de culpa. Eles apenas respondem à repreensão humana.

Quando proprietários pensaram que seus animais tinham comido algo proibido e os repreenderam, os cães olharam pro dono com o olhar de “culpa”, independentemente de ter ou não realmente comido algo proibido.

Na verdade, os cães que foram injustamente acusados muitas vezes pareciam mais culpados do que os cães que realmente tinham comido o lanche. Ou seja, o olhar de coitado não deve ser encarado como uma confissão.

E ai gostaram?!?

E vem muito mais coisas interessantes, fiquem ligados aqui no Blog que a turma do GFF está cheio de novidades para vocês!!!!

Equipe Golden Friend Forever